quinta-feira, setembro 04, 2003

Godot em Belém

Segundo se lê aqui, o dr. Soares, homem vivido, mantém um potencial de indignação suficiente para, à luz da «consciência jurídica universal», se chocar com a situação dos «ditos terroristas» detidos em Guantánamo. A não menos chocante revelação aconteceu durante o 47º Congresso da União Internacional de Advogados, realizado no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém. Na sala, com capacidade para 1429 pessoas, estavam 57 felizardos, que aplaudiram sentados. Questionado em seguida sobre os 1372 lugares vazios, consta que o dr. Soares terá proferido um sonoro \uF8E7, também considerado «chocante» pelo jurista esloveno na quarta fila, que depressa tornou a invocar a «consciência jurídica universal». À hora deste post, ela ainda não tinha chegado.