terça-feira, outubro 07, 2003

...then we take Paris

No imprescindível Fumaças (notar o novo link), o João Carvalho Fernandes brandamente acusa-me de tê-lo acusado «de ser um agente ao serviço do Chirac e inimigo dos EUA». Não me recordo de semelhante coisa, mas confesso que acho graça à foto que ilustra o post, e que não veria grandes cataclismos na concretização da ameaça em causa. Por mim, os americanos podem tomar Paris à vontade. Desde que - e isto é fundamental - não entrem nas cozinhas: nos EUA, uma omeleta decente ou um fois gras sério são mais difíceis de encontrar que um islâmico na Women’s Lib.