sexta-feira, novembro 14, 2003

Agradeço

à Rata Maluka, que distinguiu o Homem a Dias com um prémio, infelizmente simbólico;

ao Luís Filipe Borges, que me convidou para o lançamento do seu livro, infelizmente em Lisboa;

à Filipa Guimarães e ao Luís Carmelo, pelos aplausos e contribuições.