terça-feira, março 09, 2004

Calma, que é na Palestina

Pena de morte restabelecida!