sexta-feira, março 19, 2004

Excessos de irreverência

O Carlos é um brincalhão. Agora lembrou-se de dizer que o dr. Soares defende o diálogo com a Al-Qaeda. Imaginem. Ó Carlos, disso nem o Louçã se lembraria. O dr. Soares é uma grande figura do Portugal democrático e nunca, nunca, nunca seria capaz de promover o paleio com criminosos. Mesmo nas conversas com Arafat ele utilizou mímica, com Mobutu sinais de fumo e com Craxi a sempre esclarecedora linguagem das bandeiras. Haja respeito.

P.S.: E parabéns, camarada!