terça-feira, março 23, 2004

Outing

Os ex-estalinistas, neo-nazis e simples lunáticos que por aí "condenam" sem mais a morte do pobre velhinho entrevado, não o fazem por razões de ordem moral, que aliás lhes são estranhas. O problema é que eles sentem - muito legitimamente - a perda de um aliado, um parceiro de causa. Ou, no calão da quadrilha, um companheiro de luta. Quando, e se, Bin Laden for capturado, o sentimento desta gente será idêntico. Apenas terão algum pudor em confessá-lo. Os que tiverem, claro.