terça-feira, abril 20, 2004

A detenção do major Loureiro (para a Charlotte, com adicionais vocábulos a abolir desde ontem)

Nesta fase do campeonato, a vertente empenhadamente persecutória ao nível da PJ, além de potencialmente estrafegar a justiça portuguesa, concretiza um assassinato pessoal que não interessa ao Menino Jesus. Ou talvez interesse, que eu não conheço o Indivíduo. Nem tenho a veleidade de vir a conhecer, mas, em matérias de tal solenidade, nunca digas nunca.