terça-feira, maio 04, 2004

Alguém que ponha mão nisto

Vinda de quem vem (ou seja, de mim próprio), a crítica é insuspeita. Acho indecente que o Paulo Pinto Marcarenhas tenha aberto o blogue ao Vasco Rato. Em dois ou três posts, o Vasco arrasou por completo a pia imagem do dr. Louçã. Sem desprimor para o Vasco, não é que isso custe muito. O problema é que o franciscano Louçã desempenha uma relevante função social, na medida em que apascenta um pequeno rebanho de alucinados, que sem orientação acabariam fatalmente nas claques da bola ou coisa pior. Assim, e enquanto levam o homem a sério (o que, só por si, é demonstrativo de uma instável condição), pelo menos andam entretidos em manifs e na produção de sms, cartazes e toda a lúdica actividade de quem julga viver um imaginado "combate". Se se lhes retira a confiança que depositam no chefe, os moços vão fazer exactamente o quê? Felizmente para o Vasco e para a harmonia da pátria, a credulidade dos moços é assim a dar para o ilimitado. Mas não convém facilitar.