sexta-feira, setembro 10, 2004

Braindead

Afinal, o medicamento abortivo cuja aplicação a senhora do Women on Waves explicou na tv não só não é muito eficaz (às vezes, o bebé nasce), como pode originar problemas graves (às vezes, o bebé nasce maluco).
Além disso, e com a devida licença, a senhora holandesa choveu no molhado: a julgar pela actuação das associações pró-aborto nas últimas semanas e a idade aparente da dona Andringa, a substância activa misoprostol já deve ser comercializada em Portugal há, pelo menos, uns cinquenta anos.