terça-feira, setembro 28, 2004

Dear Heather, poor Lenny

Estive quase a escrever um post longo e fundamentado. De tão triste, o assunto não merece. É só isto: o novo disco de Leonard Cohen, Dear Heather, é um monumento à indigência. O anterior, Ten New Songs, também o era. Cohen anda por aí mas, para efeitos práticos, morreu em 1992 com The Future, que pese o nome era um justo epitáfio. Chega.