quinta-feira, novembro 17, 2005

I

O Malaquias é parvo.