quinta-feira, fevereiro 02, 2006

Mas sem o cavaquinho, pelo amor de Deus!